Coletivos estruturam a primeira Cooperativa de Artistas do extremo leste de São Paulo

COOPERATIVA-DE-ARTISTAS-webA tão sonhada Cooperativa de Artistas será lançada em março de 2015.

E para garantir a realização de tal propósito, o processo de criação da mesma está se intensificando a cada mês! Em novembro, todos os coletivos que integram o projeto realizaram uma série de reuniões para traçar planos e objetivos e iniciar a elaboração de seu estatuto.

Contribuindo com reflexões acerca dos futuros desafios a serem enfrentados no caminho de construção do empreendimento, tivemos a presença de Dorberto Carvalho, da Cooperativa Paulista de Teatro, da economista Luzia Monteiro, de Julio Cesar Oliveira da Silva representante do Instituto Brasileiro de Associativismo e de Bel Toledo da Cooperativa de Circo. “Quanto mais cooperativas existirem, mais organizados estaremos”, diz Dorberto Carvalho acerca da iniciativa.

Mesmo antes do lançamento oficial as ações que envolvem a formação da Cooperativa de Artistas já estão transformando a vida de alguns jovens que compõem o projeto. Para Marcelo Nobre Orquiza, de 23 anos, este processo influenciou na conquista do DRT, o registro de atores que é exigido para que possam exercer a profissão.

“Essa etapa é relevante porque a gente passa a ser reconhecido como profissional. Para nós, o que vale são os conhecimentos, os valores, a coletividade e a prática. Mas sabemos que o DRT tem uma grande importância no mercado profissional e também para nossas famílias, que veem na conquista do registro profissional um ato de amadurecimento e segurança”, conta Marcelo Nobre Orquiza, 23 anos, integrante do Circo Teatro Palombar

E este é apenas o início!