Cooperativa de Artistas – Conquistas e horizontes!

Jovens criam cooperativa e promovem o acesso a produção e formação artística em Cidade Tiradentes

Em 2014, o Instituto Pombas Urbanas deu início a uma grande empreitada: a realização do projeto: “Cooperativa de Artistas: Produzindo Caminhos Sustentáveis para a Vida”, com o patrocino da empresa Petrobras, através do programa Petrobras Sociambiental, tendo por objetivo a emancipação e profissionalização dos coletivos artísticos formados ao longo de 10 anos de atuação do Instituto no bairro Cidade Tiradentes.

Para tanto o projeto foi estruturado sob os eixos: Qualificação profissional e Garantia dos direitos da Criança e do Adolescente, prevendo as seguintes ações: Curso de Gestão Cultural, iniciação teatral e circense para crianças e jovens, além de orientação artística para 3 coletivos formados no Instituto e jurídica para a criação do Cooperativa.

O projeto que previa beneficiar diretamente 205 pessoas superou suas expectativas! Até o momento já atingiu 354 beneficiários diretos e em média outros 2.500 indiretos, que assistiram aos espetáculos difundidos pela cidade e outros eventos.

“Foi uma maravilha! Envolveu os alunos, os pais permitiram que as crianças participassem, compreendendo a proposta. A parceria foi um sucesso !”, contou empolgada, Zilda Lima, diretora da EMEF Mailson Delane, onde aconteceu um dos cursos de circo do projeto.

O Curso de Gestão Cultural, desenvolvido no primeiro ano de realização do projeto, evidenciou a potência e interesse de jovens artistas e produtores culturais do bairro, promovendo o conhecimento e acesso à informações e reflexões sobre sustentabilidade na área cultural. Organizado em módulos, o curso abordou: empreendedorismo cultural, elaboração de projetos, comunicação cultural e estratégias de sustentabilidade na área da cultura.

“A partir do momento que comecei o curso de gestão me abriu um leque de informações, principalmente esse lance de projetos, saber escrever projetos. Antes eu não sabia que tinha edital, tava fora do nosso alcance. Só tenho a agradecer!” diz Call Gomes, músico, poeta e produtor cultural.

Além da difusão de conhecimentos, a ação mobilizou coletivos artísticos de diversas linguagens, situados no bairro e em regiões vizinhas. Essa aproximação entre os participantes provocou diversas ações em rede, fortalecendo os coletivos locais e dando início a novas ações na comunidade, como é o caso do Sarau do Vale, promovido pelo Coletivo “Florese(R)mentes”, que surgiu a partir dos diálogos gerados no curso.

Já os coletivos Núcleo Teatral Filhos da Dita, Cia Teatral Aos Quatro Ventos e Grupo Circo Teatro Palombar, tiveram um grande salto profissional nestes dois anos. Esses jovens artistas, formados pelo Instituto Pombas Urbanas, foram protagonistas na realização do projeto: tornaram-se educadores das oficinas de iniciação ao teatro e circo, realizaram temporadas de seus espetáculos em centros culturais e escolas do bairro e em espaços renomados da Cidade como Centro Cultural São Paulo, Museu da Língua Portuguesa e SP Escola de Teatro.

Durante todo o projeto, também criaram as bases para fundação da “Cooperativa de Artistas”, através de estudos e reflexões que foram desde compreender a legislação até pensar a relação da organização e a Comunidade.

Em abril 2015, a “Cooperativa de Artistas” foi lançada oficialmente (Confira o vídeo aqui) e no mesmo ano já deu seus primeiros passos com contratações dos Grupos em eventos e festivais.

O Projeto “Cooperativa de Artistas- Produzindo Caminhos Sustentáveis para a Vida”, foi realizado com o patrocínio da empresa Petrobrás, através do Programa Petrobrás Socioambiental, participando de seleção pública em 2012 entre 2.589 iniciativas de todo país. Seu término será em março de 2016 com a realização de uma Mostra Artística de 15 a 19 de Março (Confira a programação), contudo, o impacto de sua realização permanecerá reverberando na comunidade. Porque…

“Todo ser humano é capaz de fazer arte, semear asas, e voar!”

Lino Rojas (1942-2005)

EVOÉ!