Formado a partir de uma experiência prática de fazer artístico com jovens da periferia de São Paulo, a história do Instituto Pombas Urbanas tem início em 1.989, quando o diretor Lino Rojas inicia um projeto de formação teatral com adolescentes de São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo. Deste processo nasce o grupo Pombas Urbanas. Desde então, o processo artístico desenvolvido parte do reconhecimento dos jovens atores de suas raízes étnicas e culturais, para encontrarem sua poética e construírem uma linguagem e uma dramaturgia teatral que expresse de forma coerente seu contexto humano e social. Num processo de aprendizado distante do ensino escolar tradicional, o Instituto Pombas Urbanas elaborou um sistema próprio e auto-sustentável de organização que tem o jovem como protagonista de suas ações, utilizando o conhecimento que o jovem traz de sua experiência de vida e refletindo sua visão de mundo. Em sua trajetória, construiu um amplo conhecimento que tem sido transferido na formação humana e capacitação técnica para o fazer artístico, na elaboração e execução de projetos para comunidades de baixa renda, na assessoria para criação de programas, projetos e ações para o jovem.

Desde 2004 está inserido no maior complexo habitacional da América Latina, o bairro Cidade Tiradentes, localizado a 35 km do marco zero da capital paulista. Atualmente realiza projetos nas diversas áreas artísticas, mas seu foco é o TEATRO. Realiza também uma programação cultural em sua sede, o Centro Cultural Arte em Construção que de março a julho de 2010 recebeu mais de 9.000 pessoas. O Instituto Pombas Urbanas, dialoga com outros atores sociais e acredita num efeito potencial ao realizar ações integradas entre Arte, Saúde, Educação, Meio Ambiente. Tem ativa participação em Fóruns, Seminários, Palestras e Redes nacionais e internacionais. Promove ações de intercâmbio e potencializa as capacidades dos jovens, para que pensem em projetos coletivos para o bairro. O trabalho desenvolvido pelo Instituto Pombas Urbanas em Cidade Tiradentes acarretou o recebimento de vários prêmios, entre eles:

  • Prêmio A Rede –out/2011.
  • Prêmio Betinho de Cidadania –ago/2011.
  • Prêmio Pontinhos de Cultura –dez/2010.
  • Prêmio Cultura e Saúde –dez/2010.
  • Prêmio Viva Leitura –out/2010.
  • II Concurso Aprender e Ensinar Tecnologias Sociais -set/2010.
  • Prêmio Pontos de Valor –dezembro/2009.
  • Prêmio Estórias de Pontos –dezembro/2009
  • Prêmio Asas –setembro/2009.
  • Prêmio FUNARTE Carequinha de Estímulo ao Circo –agosto/2009.
  • Prêmio de Apoio a Pequenos Eventos Culturais –agosto/2009.
  • Prêmio Pontos de Mídia Livre –maio/2009
  • 1º Concurso Pontos de Leitura 2008 – Edição Machado de Assis.
  • Prêmio Ludicidade – Pontinhos de Leitura
  • Prêmio “Escola Viva” – novembro/2007
  • Prêmio Itaú-Unicef “Todos pela Educação” com o projeto “Canto das Letras – outubro/2007.
  • Prêmio “TOP OF MIND BRAZIL” de Consagração Pública –2006.